Se antes apenas as revistas de moda ajudavam a difundir novas tendências, atualmente o Instagram se tornou uma importante maneira de estar por dentro do que está acontecendo no universo fashion. Através do aplicativo, o usuário pode saber em primeira mão tanto o que estará na próxima Paris Fashion Week, quanto dar uma espiada nas peças preferidas daquela atriz famosa.

iStock

Créditos: iStock

 

iStock
Mesmo assim, o Instagram até agora ficava apenas nisso: olhar, admirar e tentar descobrir onde e quanto custa aquela peça que você viu apenas em foto. Pensando nisso e para dar uma ajuda na venda das peças (aventais e roupas) criadas pela mãe, Gabriel Monteiro teve a ideia de usar o Instagram para que os clientes pudessem curtir as fotos e comprá-las diretamente. Assim nascia o Shopgram.

Quando a foto de um produto com o selo “Compre no Shopgram” é curtida no Instagram da loja, a peça é automaticamente adicionada ao carrinho de compras localizado no site do Shopgram. Pelo serviço, o Shopgram cobra 2% sobre as transações.

Os usuários também podem acessar diretamente o site do Shopgram e conhecer novas lojas e produtos, que ficam disponibilizados para qualquer um comprar.

www.shopgram.com.br